Seja bem-vindo

21 de outubro de 2016

Depois de alguns dias (...)


Ao contrário do que é habitual, estivemos ausentes por algum tempo. É verdade…. Mas, estamos de volta para recuperar o momento perdido mas nunca se perde. Ganha-se…
No decorrer deste período, (cerca de dois meses em relação ao ultimo post onde demos conta do programa de festas de verão de 2016), estivemos presentes e sempre muito activos no que diz respeito à proximidade a Louriçal do Campo. Estivemos com familiares e amigos que, com eles conversámos e convivemos.
Houve também lugar a trabalhos agrícolas tais como limpeza de terrenos pois, o verão foi seco e o risco de incêndio foi eminente.



Limpeza de espaços agrícolas
 
E porque o inverno se aproxima e com ele chega o frio, fomos à lenha para nos aquecermos nas noites frias que, a lareira aceda é uma companhia amiga.



Lenha

Entretanto as uvas amadureceram e fizemos a vindima. Este ano, houve pouca uva, portanto, o vinho também não foi muito. Já está em repouso nas dornas. Dos engaços, fez-se a aguardente e que, da mais fraca, a jeropiga. Está boa…
Estamos em meados de Outubro. A azeitona começa a ter cor de amadurecimento. Alguma dela, até já caiu por se encontrar bichosa ou por doença da oliveira. Está na altura de colher (antes que caia) as mais sãs cor-de-vil para a talha (ou conserva).
Novembro aproxima-se e com ele, é tempo da apanha da azeitona. Este ano não há muita contudo, teremos de dar volta ás oliveiras por pouca que tenham…



Azeitona

"Colheitas de ano bissexto cabem todas num cesto". Este é um proverbio que este ano, (por ser bissexto), se ouve muito falar, principalmente pelos mais velhos. As condições atmosféricas adversas e “fora de tempo”, não ajudaram em nada no que diz respeito a colheitas agrícolas.
xxcucoxx

10 de agosto de 2016

Programa Festa de S.Fiel 2016

 
Chegou o mês de Agosto e com ele, também as merecidas férias...
Feitas as malas, todos os caminhos vão dar a Louriçal do Campo. Muitos já chegaram nos primeiros dias do mês. Refiro-me claro àqueles que sendo filhos da aldeia mas que há muitos anos vivem no estrangeiro. As crianças que se juntam em maior número, enchem as ruas da alegria com um ruido de fundo. Saudades (…)
Mas é também em Agosto que chegam as festas e romarias que nos alegram quanto á confraternização entre todos. Assim, e até porque já é do conhecimento, deixamos aqui o programa de festas de S. Fiel e Sto António para o ano de 2016.
 
Um agradecimento muito especial todos que, por estes dias visitam Louriçal do Campo e, façam o favor de ser felizes.
xxcucoxx

8 de julho de 2016

Festa do Benfica - Ano 2016


É já amanhã, dia 9 de Julho que em Louriçal do Campo se realiza o convívio o anual “Festa do Benfica”. Trata-se de mais um momento de confraternização e convívio entre os adeptos, simpatizantes e amigos do S.L.Benfica.
A refeição de almoço será assegurada pela bela equipa de trabalho do Centro de Dia de São Bento desta aldeia e servida nas renovadas instalações da antiga escola primária, agora Centro de Animação Social e Cultural.

O convívio terá início por volta das 12 horas e prolongar-se-á até ao final do dia com muita animação entre os presentes.

xxcucoxx

20 de junho de 2016

Eis que chegou o verão.... Cuidados a ter.



Depois de uma primavera atípica e fria, o verão chegou nesta noite de segunda-feira e trouxe com ele temperaturas para a época, a rondar os 30 graus.

A temperatura tende em subir e com ela, alguns riscos se associam. Nomeadamente problemas de pele (pela exposição solar) mas também o risco de incêndios florestais.

Aconselha-se portanto, todos os cuidados necessários que se ajustem à prevenção de grandes males. Protector adequando, é portanto, um bem necessário aquando da exposição solar.

Quanto à prevenção de incêndios florestais, é sempre bom relembrar o estipulado no n.º 2 do artigo 15.º do Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de junho alterado pelo Decreto-Lei n.º 17/2009, de 14 de janeiro, as e os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edificações, designadamente habitações, estaleiros, armazéns, oficinas, fábricas ou outros equipamentos, são obrigados(as) a proceder à gestão de combustível numa faixa de 50 m à volta daquelas edificações ou instalações medida a partir da alvenaria exterior da edificação, de acordo com as normas constantes no anexo do referido Decreto-lei.
Distâncias estupuladas pelo n.º 2 do artigo 15.º do Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de junho alterado pelo Decreto-Lei n.º 17/2009, de 14 de janeiro

Para o bem estar de todos nós, é importante a nossa atenção quanto à manutenção e limpeza dos terrenos agrícolas.

xxcucoxx