Seja bem-vindo

27 de maio de 2011

1º Encontro de Economia Social e Solidariedade



Vai realizar-se no próximo dia 4 de Junho, em Louriçal do Campo, o ”1º Encontro de Economia Social e Solidariedade”. Este encontro insere-se num conjunto de actividades desenvolvidas ao longo do ano lectivo entre o Agrupamento de Escolas de São Vicente da Beira - turmas PIEF da Casa Tapada Renda e o Centro de Dia Social de São Bento, num espírito de partilha e solidariedade, tendo como fim a criação de um banco de ajudas técnicas para o Centro de Dia.

A sessão de abertura terá lugar as 10 da manha, e no programa constam várias actividades, entre venda de artesanato e outros produtos regionais, mostra de trabalhos, workshops, tasquinhas, jogos tradicionais e animação de rua.
xxcucoxx

23 de maio de 2011

Alcatroamento da estrada Louriçal do Campo a Sobral do Campo

Passa a ser uma realidade. Os acessos a Louriçal do Campo, todos eles na sua plenitude, estão a ficar bem de saúde. Se neste momento e desde de a alguns anos, o Caminho dos Moleiros, passou do imaginário a realidade, agora é, para muitos o considerado principal acesso a Louriçal do Campo. 

Para aos que mais o conhecem como "Caminho da Ti Ana da Bica" (Caminho do Amial), este caminho  encontra-se neste momento, em fase rescaldo de alcatroamento. No passado, os Invernos rogorosos encarregavam-se de criar grandes e belas poças de água que, com a circulação dos carros, se traduziam em lama que provocavam grandes embaraços aos seus condutores. Agora, parece que terão o seu fim.

Esta obra é o testemunho de alguém que, nos dias de hoje, ainda aposta nas acessibilidades das aldeias. Louriçal do Campo, foi em tempos, uma aldeia que, de uma forma ou de outra, terá sido esquecida. Agora, falta inovar e aproveitar as acessibilidades para crescer. Bem sei que é difícil, os jovens formam-se e saiem á procura de novas oportunidades que Louriçal do Campo não oferece. Com muita pena minha, também faço parte dessas estatísticas, contudo, Louriçal do Campo é a aldeia que oferece grandes condições de aproveitamento das riquezas naturais que só quem está longe, é que lhes dá valor. Ar saudável e, desde que devidamente bem aproveitada, paz de espírito associada a calmatêz que tanto nos faz bem á alma.

A conjuntura económica e a falta de oportunidades profissionais, são as consideradas principais causas do desiquilíbrio demográfico, tanto em Louriçal do Campo tal como em tantas aldeias do Interior.

Para Louriçal do Campo, os Censos de 2001 registaram 805 habitantes residentes. Hoje, 10 anos depois, quase que me atrevo a dizer que passou a metade. Os Censos 2011 o dirão em breve. Com muita pena minha, mas é a realidade dos nossos dias. O desenvolvimento económico-social e a ganância de ser mais alguém na vida, leva-nos a esquecer os felizes dias da nossa infância, os ensinamentos de sermos homens e, com isto, tudo o tempo leva....................

Um favor vos peço. Não esqueçam Louriçal do Campo, esta aldeia maravilhosa que necessita de todos nós. Visitem e aproveitem-na da melhor forma possível.

Sejamos solidários!! Os nossos antepassados estão ali.

xxcucoxx