Seja bem-vindo

4 de setembro de 2011

Para já, portagens adiadas para Outubro ou Novembro de 2011

Diz a edição de 31 de Agosto de 2011, do Jornal do Fundão que:

"Portagens adiadas


Partido que defendeu a sua introdução não sabe quando é que a A23 deixará de ser gratuita para os condutores

Estava prevista a entrada em funcionamento de portagens na A23 e A25 esta quarta-feira, dia 1 de Setembro, mas o certo é que a passagem de veículos continuará a ser gratuita por mais algumas semanas.

Embora o Estado já tenha chegado a acordo com as concessionárias das quatro Scut (entre as quais a concessionária da Auto-estrada da Beira Interior Scutvias) com vista à introdução de portagens, o Jornal de Negócios avançou na semana passada que falta apenas concluir a renegociação com a Nortscut, que opera no Nordeste Transmontano. “Sem acordos com as quatro concessionárias, não faz sentido avançar com portagens só nalgumas destas vias. A ideia é avançar tudo ao mesmo tempo”, explica ao JF uma fonte ligada ao processo.

Em Julho, após as eleições legislativas, o Governo anunciou que pretendia concretizar a introdução de portagens nas quatro Scut (auto-estradas sem custos para o utilizador) durante o Verão, mas continua a não dar indicações concretas à Estradas de Portugal (EP) sobre a concretização da medida.

Na A23 a renegociação que sustenta a disponibilidade da via por parte da concessionária para a colocação de portagens, está concluída. Na auto-estrada que liga a zona de Torres Novas a Abrantes estão desde Junho colocados todos os pórticos que farão a cobrança de portagens. Esta mesma cobrança, que será operada por uma empresa criada para o efeito, a Portvia, respeitará as condições exigidas pelo Governo que definirá num diploma o valor de portagem, modelo de isenções, entre outros aspectos. Esta matéria será depois discutida na Assembleia da República, votada pelos partidos e enviada para promulgação ao Presidente da República. Em caso de promulgação por Belém, o decreto-lei será publicado em Diário da República. Nesse momento, passarão a estar reunidas as condições para a aplicação de portagens. “Não haverá portagens, com toda a certeza, antes do final de Outubro ou início de Novembro”, completa a nossa fonte, que apenas tem uma certeza: “As portagens chegarão este ano”.

Enquanto o Governo e PSD nada dizem sobre esta matéria (foram questionados pelo Jornal do Fundão, mas não responderam), a Comissão de Utentes Contra as Portagens na A25, A23 e A24 está no terreno. Esta quarta-feira foi recebida em audição pela Comissão Parlamentar de Economia e Obras Públicas. A audição aconteceu depois de, a 22 de Março, a Comissão ter entregado na Assembleia da República uma petição com 35.702 assinaturas."


Aguardemos por outras mais sobre possíveis adiamentos porque até agora, não passa de uma grande palhaçada por quem manda....

xxcucoxx

2 comentários:

Domingues disse...

Concordo plenamente, não passa de uma grande palhaçada e no fim desta brincadeira é o povo que dá o corpo ao manifesto quem mais sofre e sempre sai a perder, principalmente aqueles que todos os dias se servem destas vias para poderem ganhar o "pão de cada dia".
Com mais este contributo para os senhores do governo passam estas mesmas pessoas a ficarem só com migalhas porque a côdea e o miolo é-lhes tirado das mãos.

xx Cuco xx disse...

E o desenvolvimento do Interior??? Tem de ser pago quando o mesmo não existe? Estamos naquele ponto crucial em que vale tudo menos tirar olhos. Com o pagamento da A23, certamente que haverá muito menos visitas ao interior por parte dos que estão fora. Conclusão: Menos receita deixada no Interior... Quem perde são sempre os mesmos, os que jogam em minoria. Abraço.