Seja bem-vindo

31 de outubro de 2012

O Santóro no Dia de todos os Santos



No Dia de todos os Santos, cumpre-se também a tradição do "Santóro". Embora, para muitos, pouco diz ou nada.

Em tempos passados, na tarde desse mesmo dia, as crianças reuniam-se e corriam as ruas da sua Aldeia batendo de porta em porta, (destacando-se as casas mais abastadas), para que lhes fosse dado o Santóro.

Recolhiam rebuçados, dinheiro, passas de figo e nozes. No final do dia, regressavam a casa, felizes e contentes com o que tinham conseguido recolher.

Penso que Louriçal do Campo nunca teve esta tradição de forma tão demarcada tal como ela é descrita. Na nossa Aldeia, era costume os afilhados deslocar-se à casa dos seus Padrinhos de baptizado pedir o Santóro. Foi sempre assim que eu fiz junto dos meus enquanto vivos.

Levantava-me bem cedo e lá ia eu: “Bom dia Padrinhos, venho pedir-lhes o Santóro”. É certo que eles já me esperavam. Sempre me deram uma nota das mais “gordas”.

Desta feita, o Dia de todos os Santos terminava em comunhão da família à volta da lareira, saboreando umas belas castanhas assadas, acompanhadas de um copito de jeropiga.

É provável que para outros tantos, o Santóro tenha sido e seja ainda vivido de forma diferente mas, comigo, foi assim.

Para os que ainda tenham Padrinhos, façam o favor de contribuir para  que a tradição se mantenha, por isso, peçam-lhes o Santóro. 
xxcucoxx

1 comentário:

Anónimo disse...

Linda discrição sobre os Santos, mas infelizmente mais uma tradição que o tempo levou e já não é o que era... Faço só um reparo, quando eu era pequena nós chamavamos-lhe "pedir o santorinho" Paula Esteves