Seja bem-vindo

18 de março de 2015

Empreendimento de turismo de luxo - Serra da Gardunha




Tem sido notícia, tanto nas redes sociais como nos jornais da região, da inauguração, já no próximo dia 21 de Março, do empreendimento de turismo instalado num dos pontos mais altos da Serra da Gardunha. Situa-se mais precisamente no lugar antiga da Casa do Guarda, em Alcongosta (vertente nascente da Serra).

O projecto assenta na construção de sete tendas de luxo, (uma delas com 100 m2), em formato geodésico e instaladas em pontos estratégicos onde a vista panorâmica tem uma orientação variada entre a paisagem de montanha e a linha do horizonte envolvendo a Serra da Gardunha garantindo a privacidade entre as “casas”.

Os isolamentos acústicos e térmicos garantem o conforto e segurança necessários ao bem-estar aos amantes da natureza e biodiversidade do território. Do seu interior, um espaço de 35m2, com capacidade para cerca de quatro pessoas, está equipado com roupeiro, duche de hidromassagem, minibar e uma salamandra.


Fotos: https://www.facebook.com/pages/Natura-Glamping/1504150959823046?fref=photo

Para mais informações, consultem o site oficial em: http://www.naturaglamping.com/portal/index.php/pt/

xxcucoxx

5 de março de 2015

Cheiro a terra mexida. Aproxima-se a Primavera (...)


As condições meteorológicas que ainda se fazem sentir são típicas do Inverno. Contudo, por vezes as carregadas nuvens que pairam no céu, já deixam espreitar alguns e quentes raios solares.


Por esta altura do ano, as podas estão terminadas e a primavera aproxima-se. Com ela, chega também a preparação dos terrenos agrícolas para as primeiras sementeiras do ano.



A preparação e o cavar das terras de cultivo são feitos com a ajuda preciosa de máquinas e alfaias agrícolas. É nesta fase que, também são adicionados fertilizantes orgânicos para que a terra fique mais fértil.
Preparação do terreno

As sementeiras de primavera (normalmente ainda nos finais de Fevereiro) iniciam-se com a sementeira das batatas têmperas. Tal como o seu nome indica, são batatas da tarimba (do ano passado).
 
Sementeira de tradicional

O seu maior “inimigo” é a geada. Quando fortes, “queimam” a rama da batateira ainda frágil. Para evitar este possível cenário (pois ninguém consegue prever os fenómenos mais adversos que a natureza nos dá), aproveitam-se as terras de cultivo com algum arvoredo para que assim a sementeira fique menos desprotegida.

Batatal
Batateira em desenvolvimento

Em perfeitas condições, as batatas amadurecem aproximadamente entre 14 e 16 semanas. Quando a rama ganha flor, é sinal que estão quase prontas para serem colhidas. Após esta fase, a rama começa a ficar seca e de cor amarelada. Significa então que, os tubérculos alcançaram o seu desenvolvimento máximo e assim, prontas para serem extraídas da terra.
Flor da batateira

Mediante as condições de acesso aos terremos de cultivo, assim são escolhidos os utensílios a utilizar na sua extracção. Em terrenos de maior dificuldade de acesso, é utilizada a enxada.
A batata
Finalizada a extracção, segue-se a apanha, recolha e armazenamento da batata em locais secos e cobertos.

xxcucoxx